Nasci Carlos Alberto Furtado de Melo, filho de José Francisco de Melo e Tereza Medeiros Furtado, dois açorianos da Ilha de São Miguel, que migraram para o Brasil naquela situação típica portugueses ilhéus: pobres e analfabetos. E com três filhos ainda crianças para criar, aportaram por aqui no mesmo ano em que Getúlio Vargas deu um tiro no peito.

O Brasil e o mundo eram muito diferentes; “sem saber ler uma letra que fosse”, como dizia minha mãe, foram levando o barco e a vida. No ano em que o Brasil se sagrou campeão mundial de futebol pela primeira vez, 1958, nasceu mais um filho. E, em 1965, vim ao mundo eu; sou o quinto.

O resto da história...

Arquivo Mensal do Site

27nov2016-coletiva-de-imprensa-com-o-presidente-michel-temer-presidente-do-senado-renan-calheiros-pmdb-al-e-o-presidente-da-camara-rodrigo-maia-dem-rj-1480259603269_615x300

A coletiva de Temer

Carlos Melo

A coletiva do presidente Michel Temer revela — e quer consertar — erros de precipitação, cálculo e postura. Os créditos políticos do governo são escassos. Melhor cuidar para não aumentar o passivo.

pec241

Idealismo de direitos, realidade de privilégios e os riscos da conciliação.

Carlos Melo

As reformas são impopulares apenas em certa medida. Os maiores prejuízos ficam para o status quo. O poder de pressão e reação desses grupos, no entanto, é grande. Se não quiser ver tudo ir pelo ralo, o governo não deve abrir (muito) as torneiras da conciliação.

urna-2016

Sobre Príncipes e Leviatãs – Resultados e implicações das urnas de 2016

Carlos Melo

PT, PMDB, PSDB, Geraldo Alckimin… Quem perdeu, quem ganhou com as eleições municipais de 2016. Quais os desafios que estão logo ali na frente.

quasimodo

O tempo passa

Carlos Melo

O tempo é de reconstruir, mas falta água que sedimente a argamassa. Os novos governistas dizem que este governo é melhor; referem-se à equipe econômica, ao Banco Central, a Petrobrás, ao BNDES. É verdade. Mas há o todo: são belos olhos verdes num rosto de Quasímodo.

dilma magra

Nada a comemorar

Carlos Melo

Sobre o impeachment, seu sentimento e nosso desacerto para o futuro.

Temer

Estórias de procrastinação

Carlos Melo

O governo Temer vai se revelando como um todo suscetível à pressão; procrastina.

PF-SessaoCamara-20150902-3-880x380

Entrevista concedida ao Nexo Jornal

Carlos Melo

Entrevista que concedi ao Nexo Jornal: o impeachment, antes de tudo, é um processo político em busca de uma justificativa jurídica.

pesadelo

Alegorias nas sombras

Carlos Melo

O governo busca emplacar a versão de que as coisas estão de ajustando, aos poucos. Não é bem assim. Fora da oposição petista, os primeiros críticos já se manifestam indicando que é necessário separar as versões e os fatos.

PF-SessaoCamara-20150902-3-880x380

Os faróis da história

Carlos Melo

Anteparos que se faça à ação dos agentes da Justiça ou do MP merecem uma reflexão profunda, à parte. Mas, é importante não se colocar toda uma série de outros aspectos fundamentais a perder. O fenômeno é complexo, pois, se carrega os problemas acima, possui também o mérito de abalar o tradicional patrimonialismo nacional, compreendendo uma significativa transformação das relações Empresas-Estado no país.

castelo cartas

A vida não é filme

Carlos Melo

Eduardo Cunha foi protagonista do processo, ao seu modo: sem comedimento, sem conciliação. Sentado sobre o paiol de pólvora,ameaçou explodi-lo e de fato o explodiu. Ele não é de blefes; que ninguém se engane.

temer

Andando de costas?

Carlos Melo

Coagido por pressões de toda natureza, o novo governo à corporações ainda são muito fortes, no país. Não se sabe se o governo cede porque é frágil, ou se é frágil porque cede. A cada passo a frente, fica-se com a impressão de que foram dados dois para trás. O primeiro mês de governo vai se esgotando e a esperança de superar a crise dilui-se na contínua turbulência.

doença

Doença

Carlos Melo

O mal está no sangue: na forma como se processou a política ao longo do desenvolvimento do corpo. As drogas, os hábitos, os vícios afetaram seu funcionamento.

Congresso

O papel do governo de Michel Temer

Carlos Melo

Uma análise do governo, da liderança e um caminho para reforma.

instituições

Politicamente sustentável

Carlos Melo

Análise da situação do país, com tentativa de propor reformas.

cunha

O inferno de Cunha

Carlos Melo

Algo convenceu os políticos de que só se governa pelo toma lá dá cá. Mas o jogo fisiológico, mais do que corromper, vicia – como bem entendeu o ex-presidente da Câmara.

reloading

Reloading

Carlos Melo

O sistema entrou em colapso. Mas, não há poder para transformá-lo. Na precariedade presente, o que se faz é recarrega-lo, como uma página corrompida na internet.

Biblioteca Digital Unificada Giovanni Eldasi Vérsila Educacional Bolsas de Estudo